Pegadas de Jesus

Pegadas de Jesus

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

LUNAR

Imagem do Google

Oi, gente!

              Acolho a todos os meus seguidores e amigos, principalmente os novos, que estão se achegando agora, com todo o meu carinho. Sejam sempre bem vindos!

              Dedico-vos este singelo poema.

LUNAR 

Quando permito que no meu coração
Rebentem frutos amargos e vis
De angústia e medo se turva a emoção
E eu minguo à mercê da escolha infeliz

Mas, se busco crescer e, portanto, arrancar
Do meu coração toda erva daninha
Bem logo ele bate e se põe a espalhar
Fecundas e doces, gentis sementinhas.

E qual lua que esconde a face visível
Expondo a oculta toda iluminada
Também me renovo e me torno sensível
E me encho de luz para a caminhada.

E cheia de amor, e de paz, quero crer...
Que se torna mais leve a travessia
Pois ter muitos motivos para viver
É decerto sinônimo de sabedoria!

Por Socorro Melo

15 comentários:

✿ chica disse...

Muito lindo,Socorro e teu blog com essa abertura ficou mais lindo ainda! beijos,chica

Bombom disse...

Belo Poema que tão bem sintetiza como os pensamentos negativos nos fazem provar sentimentos de infelicidade, enquanto os pensamentos e actos elevados podem mudar os nossos estados de alma tornando-nos mais felizes e realizados.
Gostei muito e fez-me pensar! BJs. Bombom

manuel marques disse...

Obrigada .

Beijo meu.

claudete disse...

Aplausos para você e sua sensibilidade minha querida, disse exatamente o que vai no íntimo de pessoas que estão conscientes do seu processo de evolução e das dificuldades por que passam para sobreviver às emoções dilacerantes. Beijos.

Misturação - Ana Karla disse...

Socorro esse poema é uma lindeza.
Junto com a imagem que complementou.
Uma noite de paz para você.
Xeros

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Amor... PAZ... só pode deixar o mundo melhor demais...
Voltei hoje da roça e já me delicio por aqui..
Bjm de paz

Evanir disse...

De todas as flores que colhemos nos campos,
a Amizade é o único sentimento que os ventos podem soprar,
mas, suas pétalas jamais cairão.
Estou com uma infinita saudades.
A partir do dia 25 estarei voltando se Deus quiser.
Farei o possivel para ir fazendo visitas visitas a noite.
Beijos com infinitas saudades.
Evanir

Guma Kimbanda disse...

É essa paz, tranquilidade que o amor promove, que acalenta os caminhos que nos estão reservados.
Lindo poema, intenso de boa energia, suavemente fluindo, com um final sublime.
Minha admiração e meu kandando atravessando tanto mar....
Bj.

Jaque ઇ‍ઉ disse...

Oi querida! Lindas palavras...
Eu sou apaixonada pela lua e me encanto sempre mais :)

E temos que ter vários motivos pra continuar a caminhada. Não podemos parar.

Beijos!

Silenciosamente ouvindo... disse...

Se tivermos amor e paz e um pouco
de saúde a vida é prefeita, não
acha amiga?
Beijinhos.
Irene

blog da Paraguassu disse...

Olá Socorro,
Linda poesia, minha amiga.
Palavras ditas à lua, nossa principal fonte de luz noturna e inspiradora dos poetas e dos amantes. Amei, Socorro.
Um beijo grande em seu coração e obrigada pela visita ao meu blog.
Um super beijo.
Maria Paraguassu.

Toninhobira disse...

Claro e lindo minha amiga,motivos temos que ter para esta linda e precisa travessia,com todos estes belos quereres de seus lindo poema.Um lindo fim de semana com muita paz e alegria na familia.Meu terno abraço.

Néia Lambert disse...

Adorei a imagem e o poema é uma extensão dela, suave, delicada e significativa.

Beijos

Mery disse...

Adorei *Lunar, um poema que me comoveu, é "preciso arrancar toda a erva daninha, para que as boas e doces sementinhas brotem e se espalhem"...Lindo!
Estou fazendo minha primeira visita e já vou TE seguir, amei esse cantinho aconchegante, D+
Beijos da Mery*
Me visita, se puderes.

Socorro Melo disse...

Oi, amigos!

Que rebentem em seus corações muitas sementinhas de amor, paz e justiça. E que sejam como a lua, cheios de boa vontade, sempre crescente no amor, minguante no desamor, e novos a cada novo dia, pra recomeçar a vida com garra e determinação.

Muita paz!
socorro Melo