Pegadas de Jesus

Pegadas de Jesus

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

O LIRISMO DO FADO



Olá, gente amiga!

Que saudade de todos vocês! Fiquei ausente alguns dias, e impossibilitada de vir aqui, mas, agora estou voltando, e com a graça de Deus, retomaremos nossos contatos.

A vocês, dedico essa linda composição de fado, de Alberto Janes.

FOI DEUS

Alberto Janes

Não sei, não sabe ninguém
Porque canto fado, neste tom magoado
De dor e de pranto…
Neste tormento, todo sofrimento
Eu sinto que a alma cá dentro se acalma
Nos versos que canto
Foi Deus, que deu luz aos olhos
Perfumou as rosas, deu ouro ao sol e prata ao luar
Foi Deus que me pôs no peito
Um rosário de penas que vou desfiando e choro a cantar

Pôs as estrelas no céu
Fez o espaço sem fim
Deu o luto as andorinhas
Ai…e deu-me esta voz a mim

Se eu canto, não sei porque canto
Misto de ventura, saudade, ternura ou talvez amor
Mas sei que cantando
Sinto o mesmo quando, se tem um desgosto
E o pranto no rosto nos deixa melhor
Foi Deus, que deu voz ao vento
Luz ao firmamento
E deu o azul às ondas do mar
Foi Deus, que me pôs no peito
Um rosário de penas que vou desfiando e choro a cantar

Fez o poeta o rouxinol
Pôs no campo o alecrim
Deu flores à primavera
Ai…e deu-me esta voz a mim


Um grande abraço a todos


Paz e Bem!

Imagem do Google

23 comentários:

Jaque disse...

Oi querida! Que bom que está de volta :D

E o Fado é encantador mesmo...
Beijo!

✿ chica disse...

Que bom te ver e esse fado é lindo!!!beijos,ótima semana,chica

manuel marques disse...

Um fado lindíssimo.

Beijo.

♫*Isa Mar disse...

Oi amiga, lindo esse fado, que bom que está de volta.
Beijos e uma ótima semana!

LEIDSON SANTANA disse...

Oi Socorro,

Eu também estava com saudades de você.
Como é lindo esse gênero de música. Pois bem, explicam os conhecedores da música lusitana, que o fado nasceu da saudade dos marinheiros portugueses que durante as longas viagens ultramarinhas, retornavam sentados na proa dos barcos tocando e cantando os mais profundos desejos do seu coração, nem sempre alegres... As vezes grandes desilusões amorosas.
Grande abraço.
Leidson

Maria Alice Cerqueira disse...

Boa tarde amiga,
Venho lhe desejar um lindo fim de semana coberta de muita paz e amor!
Sua presença é muito importante em meu cantinho, por esta razão veio lhe agradecer o seu carinho de sua amável visita sempre.
Assim que poder acesse o link
http://www.mariaalicecerqueira.com/2012/01/degustacao-do-livro-vida-nossa-de-cada.html
e leia a degustação do meu próximo livro! Vida nossa de cada dia!
Obrigada de todo o coração!
Abraço amigo
Maria Alice

pensandoemfamilia disse...

Bem-vinda. Gosto muito de fado, mesmo sendo um tanto melancólico.Grta pela partilha,
bjs

Néia Lambert disse...

Andei percebendo sua ausência, que bom que você voltou!

Beijos

Misturação - Ana Karla disse...

Oi Socorro, estavas mesmo ausente, mas voltou com um lindo fado.
Tudo de bom.
Xeros

Maria Luiza disse...

Que delícia cantar isso, enquanto eu via esse post tão rico!!! Adorei, Socorro e percebi mesmo a sua falta, mas como esses meses fogem da rotina... Fiquei feliz foi com a sua presença! Obrigada e volte sempre! No Alquimia acabei de utilizar uma letra de Pe. Zezinho! Vá lá, cantar também! Beijos!

Lúcia Soares disse...

Socorro, este fado deve contar de toda lista de melhores canções de todos os tempo. Adoro!
Obrigada por sempre prestigiar o EmQuantos.
Já voltei a blogar, viu?
Apareça quando quiser, será um prazer.
Agora estou Sem Medida! rsrs
www.luciahsoares.com

Beth/Lilás disse...

Oi, querida Socorro!
Ainda bem voltastes e, pelo visto, agradecida. Sim, esta música é um belo fado, mas antes de mais nada um agradecimento ao altíssimo por tudo que ele deu a ela, ou a nós todos.
beijos cariocas

blog da Paraguassu disse...

Olá Socorro querida,
Agradeço sua visita tão amável em meu blog.
Sua postagem é linda emoldurada pelo fado, um dos mais belos tipos de música que conheço. Adoro fados. E este, que você trouxe a embelezar seu texto, é muito lindo.
Amiga, quero convidá-la a conhecer meu novo blog. Chama-se RECANTO DA POESIA e
é onde publico meus trabalhos poéticos.
Ficarei muito feliz e honrada com sua presença por lá. Espero que gostes.
Um grande beijo, amiga.
Maria Paraguassu.

Claudia disse...

Que bom que estás de volta...senti tua falta...bjssssssss

CLEMENTE GERMANO MULLER disse...

Oi querida amiga Socorro. Que bom tê-la novamente em nosso convívio. Obrigado pela gentil visita em meu diário. Adorei o Fado. Um grande beijo, FIQUE COM DEUS.

xunandinha disse...

minha querida estou um pouco em baixo,daí o meu afastamento,mas vou pegar nas tuas palavras a citar S.Francisco,beijos Jesus te acompanhe

Bel Rech disse...

É fato, foi Deus que fez maravilha e é Deus que habita aqui...
Paz e bem

Toninhobira disse...

Oi Socorro adoro este fado,que bom que voce voltou, a casa fica mais alegre e oxalá esteja bem em paz com toda familia.
Meu abraço de paz e luz nos seus dias.

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Você esteve ausente e eu também, Socorro. É muito bom, nos "rever"...

Este fado, é mais que lindo, bate uma grande saudade de quando minha mãe o cantava...e eu também, está na lista dos meus preferidos. Obrigada, por trazê-lo aqui...

Lí outras postagens. Adorei a anterior, LÁPIS LAZÚLI! Meu marido, quando ia ao Chile, me trazia sempre alguma peça, todas com prata, são anéis, brincos e colares. Todas lindas!
Excelente matéria!

Um Xêro, amiga,
da Lúcia

RUTE disse...

Oiiiiiiiiiiiiiii!
Voltei ao seu contato com novidades.
Não é em formato de fado mas também tem música.

Você que gostou tanto da BCFV, não quer vir aniversariar connosco o 1ºniver? Tem blogagem nova no pedaço, ou melhor, em pedaços (fases), bom...vou revelar... é aos pedaços (rs):
BC Amor aos Pedaços

Contamos com você Socorro.
Grande beijinho bem português.
Rute

Jaque disse...

Oi Socorro, vim agradecer o carinho no meu último post... Suas palavras - como sempre - lindas e tocantes!

Obrigada pelo carinho, bom feriado! :)

Bombom disse...

Olá Socorro, obrigada por teres trazido a esta ribalta, este Poema do Fado Foi Deus! Cantei-o tantas vezes quando era bem pequenita, no meu quintal e as vizinhas vinham à varanda para ouvir porque diziam que eu tinha boa voz. Era cantado na Rádio pela Amália Rodrigues, nesse tempo (já lá vão 60 e tal anos).
Bjs. Bombom

Bombom disse...

Olá Socorro, obrigada por teres trazido a esta ribalta, este Poema do Fado Foi Deus! Cantei-o tantas vezes quando era bem pequenita, no meu quintal e as vizinhas vinham à varanda para ouvir porque diziam que eu tinha boa voz. Era cantado na Rádio pela Amália Rodrigues, nesse tempo (já lá vão 60 e tal anos).
Bjs. Bombom