Pegadas de Jesus

Pegadas de Jesus

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

COMPAIXÃO


Huguinho ouviu falar de compaixão, na Igreja. Chegou em casa e meio desconfiado perguntou à mãe:
        Mamãe, o que é compaixão?
A mãe, sem saber bem como explicar, respondeu:
        É quando a gente se coloca no lugar do outro, e  consegue sentir a sua dor... entendeu?
Pensativo e nada convencido,  o menino respondeu:
        Não. Não entendi. Como é isso de sentir a dor do outro?
Uma dia você vai compreender. Quando você crescer será mais fácil.
Dali a alguns dias, apenas, o Huguinho se deparou, no Shopping, com uma cena que lhe marcou seriamente. Caminhava ele em direção às salas de cinema, quando, a meio do caminho, ouviu um pai, que ao celular recebia uma notícia triste e repassava para o seu filho que estava ali do lado, e o menino, que devia ter a mesma idade de Huguinho, recebeu a notícia com grande aflição. Ele chorava muito, se contorcia, e pedia para o pai dizer que aquilo não era verdade.
Huguinho, a muito custo, continuou seu caminho, porém, depois de ver a cena do menino, sentiu uma dor no peito, inexplicável. Dos seus olhos brotaram lágrimas. Ele nem conhecia o menino. Nem sabia o teor da notícia que recebera, mas, sentiu a dor que ele sentia. Não saberia explicar. Ao  mesmo tempo que se afastava da cena, olhava para trás, na esperança de ver o menino e saber ao certo o que acontecera. E aquela dor estranha que sentia o incomodava.
Ato seguido, num lampejo, Huguinho pensou: COMPAIXÃO.
Quando chegou em casa, no fim da tarde, procurou a mãe e disse: já compreendi, mamãe. Eu agora sei o que é compaixão.
E a mãe sorriu, feliz e curiosa.

(Socorro Melo)

8 comentários:

✿ chica disse...

Que lindo!!! E Huguinho entendeu bem o significado! Emocionante!


beijos, lindo fds! chica

Elvira Carvalho disse...

Excelente. O Huguinho percebeu. Sentiu. É vivendo que aprendemos.
Um abraço e bom fim de semana

Roselia Bezerra disse...

Boa Tarde, querida Socorro!
Bacana a dor da compaixão... é assim mesmo e dói...
Bjm muito fraterno

Toninho disse...

Um lindo conto da leveza da infância em captar os sentimentos.
É grandeza Socorro ter compaixão.
Uma linda semana de paz e luz com muita alegria na família.
Carinhoso abraço e grato sempre pela atenção e carinho.

Agora uma coisa quando venho aqui e vejo estes biscoitos ao lado fico com agua na boca. É voce quem faz?rsrs.
Tudo de bom amiga.

Socorro Melo disse...


Que alegria ter vocês aqui! São sempre bem vindos!

Não Toninho, não sou eu que faço os biscoitinhos,pois, minhas habilidades culinárias não me permitem.Mas, garanto que são gostosos, a fonte é garantida, rsrsrsrs

Grande abraço
Socorro Melo

Élys disse...

Um bonito conto! Huguinho aprendeu na prática, com muita emoção o significado de compaixão.
Um abraço, Élys.

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Há sentimentos que, só quando sentimos são compreendidos! Assim aconteceu com o personagem do interessante miniconto, Huguinho. A compaixão vem da sensibilidade de cada um, sendo um dos mais nobres sentimentos. Gostei muito, Socorro, do exemplo dado no texto!
Meu abraço, amiga, no desejo de ótimo final de semana!

Tita Oliveira disse...

Vim para conhecer e gostei! Vou seguir para não perder de vista :)
Beijo.
Tita