Pegadas de Jesus

Pegadas de Jesus

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

BLOGAGEM COLETIVA:SENTIMENTOS E EMOÇÕES - AUTOESTIMA


Feliz (apesar dos quilinhos a mais... rs)

Eu me amo, eu me amo
Não posso mais viver sem mim

Como foi bom eu ter aparecido
Nessa minha vida já um tanto sofrida
Já não sabia mais o que fazer
Pra eu gostar de mim, me aceitar assim
Eu que queria tanto ter alguém
Agora eu sei sem mim eu não sou ninguém
Longe de mim nada mais faz sentido
Pra toda vida eu quero estar comigo
(Ultraje a Rigor)


Sou consciente dos meus valores, e da minha dignidade. Acredito em mim, mesmo quando as circunstâncias parecem provar o contrário, e tento nunca desanimar diante dos obstáculos, me deixando guiar por uma fé inabalável.

Gosto de mim como sou. Cultivo alegria pelos meus feitos e reconheço meus defeitos e limitações, e tento melhorar.

Procuro cuidar bem de mim, do meu corpo, para garantir boa saúde, praticando hábitos saudáveis, como alimentação (marromeno rs) adequada, caminhada, proteção solar, boas horas de sono, muita água, creminhos para proteger a pele, e outras coisitas mais... No entanto, não vivo contando calorias, e os meus quilinhos a mais, não são motivos de desespero ou insatisfação.

Busco iluminar minha mente, com novos conhecimentos, principalmente com leituras instrutivas e agradáveis, e procuro vivenciar esse aprendizado.

Acho importante manter uma aparência que me agrade, que me deixe à vontade, que me sinta bonita, sem que para isso recorra a artifícios e sacrifícios, respeitando minha simplicidade, minhas convicções e meu bolso.

Tudo isso, entendo eu, é autoestima. É afeto por mim mesma, amor-próprio, reconhecimento das minhas capacidades e valores, é respeito, autoconfiança e autoaceitação.

Apesar de me sentir especial, única e verdadeira, capaz de realizar tudo que empreendo, até mesmo de superar adversidades, de vez em quando minha autoestima vai parar na planta dos pés... E quando isso ocorre? Quando consciente ou inconscientemente, ofendo alguém, trato mal, sou agressiva ou injusta... isso acaba comigo, porque essa não é minha proposta de vida, e com essas atitudes egoístas, vou de encontro as minhas convicções.

Por mais que combata, alguns fatos contribuem para baixar a minha autoestima. Exemplo? quando me entristeço ou me decepciono com pessoas que amo, quando me vejo impotente diante de problemas que parecem não ter solução, mesmo que faça tudo que estiver ao meu alcance.

Atualmente vivo um probleminha pessoal, um conflito que parece eterno, que me machuca e me tira a paz, e que arrasa com a minha autoestima, mas, vou tocando... e deixando a vida me levar...


Momento de baixa autoestima... Oh,céus! Vou sair dessa.

A autoestima é a mola propulsora da felicidade, sem ela não existe ânimo, alegria de viver, e força para vencer os desafios da vida.

Blogagem coletiva proposta pela Glorinha do http://cafecomglorinha.blogspot.com/

29 comentários:

Chica disse...

Claro que vais sair dessa.Podes tudo.Sabes disso,Vai firmona e em frente!beijos,chica

Tati Pastorello disse...

Olá Socorro! Sabe, todos temos estes momentos de baixa na auto estima, nem sei se é nossa auto-estima que baixa mesmo ou se é apenas um tempo para pensar. Por que estar de mal não significa deixar de amar.
Você se respeita, e isso é o mais importante, né? Eu acho que as dificuldades que passamos nos ensinam e fortalecem. No final, nos amamos mais!
Boa sorte na resolução destes problemas e um ótimo encontro consigo ao final!
Beijos.

Sonia Beth disse...

Socorro, um abraço pra voce.

beijins

Meru Sâmi disse...

É isso, menina!
Ter auto-estima e amor próprio não nôs vacina contra a vida na terra. Tudo o que supostamente abala, nada mais é que mecanismos da vida par que cresçamos. Estar cosciente disso é que faz a diferença. E você está, parabens!

Beijos.

Beth/Lilás disse...

Ahhhh, fiz um comentário e na hora de aprovar, cliquei antes e fechei, que pena!
Mas, eu disse mais ou menos assim:
Não vejo você como uma pessoa com baixa auto-estima, pelo contrário, gosta de se cuidar e se proteger, isso é bom, muito bom mesmo.
As tristezas da vida que nos cercam ou chegam em alguns momentos, não devem ser traduzidas para derrubar-nos, tirar nosso brilho. Você, com certeza, é superior a isso.
um super beijo carioca

Nilce disse...

É Socorro, falou tudo!
Adorei. Acho que quem não aceita que por muitas vezes a auto-estima dá uma boa caída, está fingindo de ser feliz.
Parabéns pelo texto!

Bjs no coração!

Nilce

Manuela Freitas disse...

Olá querida Amiga,
Eu gosto de si assim desse geito que é! O amor-próprio em doses normais, contribui para tornar uma pessoa positiva e aberta para os outros. O pior da vida é encontrarmos pessoas sempre queixosas de tudo.
Cá em cima ou lá embaixo, é uma constante da vida, todos passamos por isso, aí é preciso aquela energia para equilibrar.
Beijinhos,
Manú

Leci Irene disse...

Socorro, vc tem auto estima, amor própio... Então, é claro que vai sair ilesa do que estás a passar. E, se a gente puder de alguma forma te ajudar, é só gritar, ok?
Beijos

Françoise disse...

Olá Socorro,
Que lindo texto, gostei muito. Acho mesmo que você é muito amada e tem muito amor pra dar, vive de maneira simples, saudavel e feliz. No mais , este é só um furacão que enfrenta mas que passará rapidinho. Levante esta cabeça e bola pra frente.
forte abraço,
Fique bem.

Bordados e Retalhos disse...

Socorro, as vezes acho mais fácil escrever do que viver os sentimentos. Confesso que não é fácil mesmo. Esse então é um tema complexo. Mas somos guerreiras e podemos vencer qualquer crise que nos leve para a planta dos pés rsrsrs. bjs querida

orvalho do ceu disse...

Olá,Socorro
Ótimo dia para a gente refletir sobre nossa conduta pessoal.
A INTEGRAÇÃO do nosso ser é processo que vale a pena!
Harmonia e abraços fraternais e felizes.

Isadora disse...

Socorro, é assim mesmo entre altos e baixos, mas é claro que nos esforçamos sem nos violentarmos para ficarmos mais no alto, porém as vezes, simplesmente, não dá. E a autoestima vai parar no pé e daí repensamos, reorganizamos e muitas vezes não fazemos nada esperando apenas que o momento passe.
Um beijo

Glorinha L de Lion disse...

Oi Socorro, gostei de te ver e conhecer ao "vivo". Admiro quem tem auto estima na medida e acho que vc tem. Eu adquiri a minha com o tempo, nas hj eu me amo tb. bjs.

Deia disse...

Socorro, onde assino? Porque concordo, muito, com o que você escreveu! Inclusive sobre os momentos em que sinto que minha auto estima dá uma escorregada lá pro chulé - rsrs! Lindo texto, muito bem colocado, uma delícia de ler! Beijos enormes, Deia.

Astrid Annabelle disse...

Socorro! Olá!
Pois eu acho que está de bem com a vida...esses instantes de desafios são para testar você se é capaz mesmo de sustentar a auto estima. Eu aposto que é!
Gostei muito de conhecer sua imagem!
Beijo grande
Astrid Annabelle

Bleeding_Angel disse...

Caraca... eu vejo em vc uma pessoa com a auto estima dakelas bem equilibradas, akelas q eu disse no blog q reverencio, portanto...

EU TE REVERENCIO!

Todos na vida passamos por situacoes tristes, de graves decepcoes dakeles q amamos (pq soh quem nos ama consegue isso neh? kso contrario, naum nos decepcionariamos, pq naum confiariamos), mas desejo, de coracaum, q supere o mais cedo possivel meu anjo. E vc vai, vai superar sim!
Bjos e excelente postagem!

Lúcia Soares disse...

Socorro, todo dia, se deixarmos, aparece algo ou alguém pra nos fazer a estima desmoronar. Temos que lutar mesmo.
Mas o amor próprio você tem de sobra, cuidando-se, se amando, se valorizando. O mais são percalços que vão e vêm. Você vai conseguir que sua estima volte ao lugar certo. Força!
Beijos!

Cris França disse...

A vida é essa montanha russa Socorro, que bom poder te conhecer no caminho. bjs

ELA disse...

Olá, Socorro!

Significativo o seu comentário lá no meu textinho chato. Obrigada! =)

Para as mulheres creio que a questão da autoestima é ainda mais delicada. Não falei sobre isso, mas vi sua foto com carinha de choro e pensei a respeito. Porque para nós mulheres, além de todos os outros demais fatores que abalam a autoestima, há também a questão dos hormônios. Eu já me vi em dias ruins sem saber identificar a causa. Neste momento da minha vida em particular, uma gravidez, tenho percebido ainda mais como o fator hormonal assume o controle de alguns estados de ânimo.

Um grande abraço,
Michelle

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Vc me parece ser uma pessoa bem sensata e equilibrada. E que sim, pode estar passando por algo difícil mas VAI SUPERAR!
Vc é uma mulher forte, tem fibra. Não vai ser esse problema que vai te dobrar não!

força minha amiga! Vamos em frente que vc derruba qualquer problema! Eu confio em vc!
bjs e bom fds

Lianara **Lia** disse...

Parabéns pelo corajoso post, Socorro!

Vai sair dessa, SIM!
Acredite e você!

Beijos
Lia
Blog Reticências...

Liza Souza disse...

Socorro, voce vai sair dessa sim. Leia e releia o seu post e veja o quanto especial voce é. Nem todas as pessoas tem a maturidade que voce tem e conseguem perceber que a felicadade só depende da gente. Os problemas vem e vao, eles passam. Vao te fazer mais forte para continuar a caminhada. Tenha fé, voce já é vencedora.
Beijos

Jorge disse...

Socorro,

a vida nos testa nas nossas deficiências e ao mesmo tempo nos desafia a exteriorizar virtudes que já temos, mas adormecidas.
É a luz para dominar a sombra.

Amiga, beijo no coração!!!

Marliborges disse...

Olá Socorro,
Muito bom seu texto.
A vida tem altos e baixos. E os conflitos estão aí pra gente resolver. E a grande sacada é não permitir que essas vicissitudes influenciem na autoestima. Aí é que está o nó. Entendendo essa questão é meio caminho andado. E acho sinceramente que você já entendeu. Portanto, bola pra frente, menina!!!

Luma Rosa disse...

Socorro, a vida 100% não existe, bem sabe! Normal que tenha os seus momentos de angústia pela incapacidade de não poder controlar totalmente o dia a dia e seus entraves. Principalmente porque a nossa felicidade não depende exclusivamente de nós, sendo assim, seria muito simples ser feliz e nem precisaríamos de uma lâmpada mágica. Encare a tristeza com naturalidade, faz parte! Se sobrar felicidade, é lucro! C'est la vie! Provou ter capacidade de superação com o texto, parece que o resto depende dos outros (rs*) Não se aborreça com os outros, os outros são os outros! Beijus,

António Rosa disse...

Socorro,

Por falecimento do meu cunhado na sexta-feira, de manhã, não tive sossego suficiente para acompanhar esta blogagem coletiva. Por isso esta visita só se dar hoje, domingo.

Gostei muito do seu post. Que você seja muito estimada. Parabéns. «A autoestima é a mola propulsora da felicidade, sem ela não existe ânimo, alegria de viver, e força para vencer os desafios da vida.». Muito bom.

Muito agradecido pelo comentário que está no meu blogue.

Abraços

António

sonho disse...

Tenho a certeza que vais sair dessa...na vida há momentos assim...mas não passam de momentos...
Beijo d'anjo

Misturação - Ana Karla disse...

Pois é Socorro, nem sempre a nossa estima está elevada, mas espero que você possa sempre combater a baixa estima.

Essa música do Ultraje a Rigor eu cantei demais, e é isso mesmo.
Nos amarmos sempre.

Xeros

Amica Philosophiae disse...

Oi querida só passei por aqui hoje...
Linda sua postagem, é isso mesmo amar-se sempre!!
Um bjo
Cynthia