Pegadas de Jesus

Pegadas de Jesus

terça-feira, 5 de abril de 2011

A CRUZ DA MENINA


Imagem do Google

Caros amigos(as) e leitores,

Agradeço aos novos amigos que aqui se achegam, e a todos que já fazem parte desse espaço, desse convívio agradável, e dessa troca de carinho e conhecimentos. Sintam-se em casa: podem tirar os sapatos, deitar no sofá, abrir a geladeira, fazer um lanchinho, ligar o som, tirar uma soneca... é um prazer recebê-los!
Quero dizer-lhes que não os tenho visitado, por falta de tempo, literalmente. Minha jornada de trabalho tem sido de três expedientes, dois na Instituição, e outro em casa. E olha que o de casa não é moleza, viu? kkk
Mas, na medida do possível, vou fazendo minhas visitinhas aqui e acolá, vez em quando...
Hoje vos trago mais um tema, relacionado a cultura do Nordeste. Cultura rica em folguedos, crenças, danças, arte, e tantas coisas mais. É uma história triste, mas verdadeira.

Uma das potencialidades turísticas do Sertão paraibano está na rica religiosidade popular.
Em cada cidade é possível encontrar uma referência religiosa que serve de visita para romeiros e turistas interessados em conhecer um pouco mais sobre a cultura local. Em Patos, às margens da BR 230, talvez esteja o mais representativo desses pontos. O Santuário da Cruz da Menina é hoje um local de peregrinação que atrai milhares de visitantes a cada ano, espalhando a fama do episódio ocorrido ali tempos atrás e fazendo de Patos o epicentro religioso da região.
No ano de 1923, um casal de retirantes de passagem por Patos confiou a adoção de uma das filhas a uma tradicional família patoense. Depois de muito sofrimento, ocasionados pelos maus-tratos e espancamentos constantes, a criança veio morrer. O pai adotivo, então, resolveu ocultar o cadáver em um local ermo, próximo à sede da cidade. Descoberto o crime, a população construiu uma cruz; e, hoje, o município transformou o local do achado macabro em um importante centro de romarias, que representa um dos mais importantes centros turísticos religiosos do Estado.
Conta a história que um agricultor fez uma promessa à menina, pois havia uma grande seca assolando a região, para que fosse encontrada água a fim de matar a sede dos animais que já morriam nos pastos. Ele orou para que no chão de sua propriedade jorrasse água, o que teria acontecido tempos depois. O acontecimento, tido como um autêntico milagre, foi retribuído com a construção da capela que hoje serve de templo de orações à menina Francisca.
A capela se transformou num grande templo de orações. À margem da estrada que liga Patos à Pombal, pela rodovia BR- 230, encontra-se o santuário conhecido popularmente como “A Cruz da Menina”, local de permanentes romarias, e atração turística, beneficiado com a construção de um moderno parque constituído de cobertura de alumínio (sobre a capela erguida em memória do trágico fato ocorrido em 1923), salas de ex-votos, casa das velas, altar externo, ao pé de uma cruz com 10 metros, lanchonete, lojas de “souvenir”, teatro de arena, passarelas e jardins.

Fonte: Governo da Paraíba/Blog DDD - Doidim de Deus

7 comentários:

manuel marques disse...

E assim fiquei a conhecer mais um pouco da vossa terra.

Abraço.

Leci Irene disse...

Adoro chegar por aqui. Aprendo. Conheço. Renovo minhas forças...

diariodumapsi disse...

Ei Socorro!
É sempre bom vir aqui. E que bela história heim!
gd beijo

Bombom disse...

Uma das coisas que mais me chamou à atenção quando visitei o Nordeste do Brasil, foi a grande religiosidade do seu povo, demonstrada em todos os locais inclusivamente nos próprios automóveis. Por isso foi interessante ler mais este texto que nos ofereces hoje. Não sei se no meu percurso desde Recife até Fortaleza terei passado por perto de Patos, mas ainda vou consultar o mapa para ver onde fica. Bjs. Bombom

Claudiaroma disse...

Que linda esta história...amei bjs

Nilce disse...

Oi Socorro

Fico encantada com a fé do povo, principalmente o Nordestino.
Um povo com muita garra e que não desiste nunca.
Bonita história da menina milagrosa.

Bjs no coração!

Nilce

O Universo dos Pensamentos disse...

Belo texto, parabéns.

Boa noite, bjo