Pegadas de Jesus

Pegadas de Jesus

terça-feira, 12 de julho de 2011

SER GENTIL NÃO ME CUSTA NADA, MAS...


                               Imagem do Google
 

Ser gentil não me custa nada, mas pode custar a vida de alguém. Acredito seriamente nisso, e digo porque.

Um certo dia, desses comuns em que nos encontramos sobrecarregados de trabalho, e que iniciamos várias atividades ao mesmo tempo, sem conseguir dá conta de nenhuma delas, pois o telefone toca, o e-mail está abarrotado, o chefe chama para uma reunião (que não estava programada), o cliente espera no guichê, precisa levar o filho ao médico, comprar água mineral... (ufa!), recebi a visita de uma amiga, no meu local de trabalho.

Deixei tudo que estava fazendo, e fui atendê-la. Sorri e dispensei-lhe alguns minutos do meu precioso tempo.

Notei-a triste. Semblante carregado, olhos inchados, voz embargada... Contou-me sobre alguns problemas que estava enfrentando. Disse-me que estava cansada, exausta, e não vislumbrava qualquer perspectiva de melhora.
Eu havia saído de um problema, que me deixara marcas profundas, mas que me ensinara muito, ou que pelo menos, me ensinara que tudo na vida é passageiro, e que não há mal que dure, ou bem que nunca se acabe. Utilizei-me desta experiência para consolar minha amiga, naqueles poucos minutos que podia dedicar a ela.

Quando ela saiu, notei-a mais leve, e até conseguiu esboçar um sorriso. Fiquei contente.

Dias depois ela voltou. Alegre, divertida, dinâmica, como sempre fora. Fiquei feliz. Perguntei-lhe se havia resolvido o problema, e ela disse que não, que o problema havia se complicado ainda mais, mas ela se resolvera.

Disse que viera para agradecer-me, pois, eu salvara a sua vida. Respondi-lhe que não fiz nada de extraordinário, que dei apenas alguns conselhos, que qualquer amigo daria. E, com os olhos marejados, ela confessou que naquele dia pensara em suicidar-se, e que passara no meu trabalho pra me ver, pela última vez, mas eu a acolhi com tanto carinho, com tanta atenção, e transmiti-lhe tanta confiança, que ela se libertou daquele pensamento de morte, e criou novo ânimo, e resolveu enfrentar os problemas sem medo, um de cada vez, confiando que não estava sozinha, e que uma força superior a protegia.

Foi muito forte pra mim essa revelação. Por dias pensei nisso sem conseguir entender, mas, agradeci a Deus por ter me usado como instrumento do bem, e por ter me iluminado a dizer as palavras certas, que dissiparam as trevas.

Por isso acho que ser gentil não me custa nada, mas pode custar a vida de alguém.

9 comentários:

Beth/Lilás disse...

Ah, sim, querida amiga! Nada como a gente dar uma paradinha e ouvir o outro, tanta gente necessita apenas isso, ser ouvida.
Fico tão feliz por saber que existem pessoas como você neste mundo ainda e, espero que sua amiga agora tome um novo rumo, cheio de esperanças no coração e que Deus te abençoe sempre para ser um instrumento de sua paz.
beijos cariocas

✿ chica disse...

E como é boa essa sensação interna de ter conseguido, com pouco apenas, ajudar alguém,não? Lindo! beijos,chica

Gilmara Wolkartt disse...

Ei Socorro!
Emocionante a sua postagem, as vezes as pessoas só precisam de um pouquinho de carinho e atenção.Nesse dia com certeza vc foi um anjo na vida dessa pessoa.
Quem dera houvesse mais Socorros por aí.
Adorei a postagem.
Gd beijo

Claudia disse...

Muito bom passar por aqui e sempre encontrar postagens maravilhosas...parabéns!

blog da Paraguassu disse...

Querida Socorro,
No teu nome está escrito tudo. Te deste conta disto? Além do mais, somos sempre chamados por Deus para cumprir nossas tarefas de bom samaritano. A tua tarefa foi cumprida neste dia em que o fato que relatas aconteceu.Deus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos.
Um grande beijo no teu coração.
Maria Paraguassu.

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
A gente pode ajudar a salvar vida sim... vc tem toda razão...
Se olharmos pra nossa própria vida percebemos que fomos tão ajudados...
Bjs de paz

Néia Lambert disse...

Socorro, que belo gesto vc teve, veja bem que poucos minutos de atenção bastaram para salvar uma vida. Isso é forte demais!


Beijos

Toninhobira disse...

Pois é Socorro,creio que todos nós temos esta missão an vida passar um pouco do que nos foi agraciado, pois somos parte desta vida e tudo que pudermos fazer, para que o outro cresça ou acorde, será como uma benção.Alguém estará abençoando e eu digo Amem.Que assim seja sempre Socorro, que possamos ser o elo de felicidade sempre.
Meu abraço terno de paz e luz.

Socorro Melo disse...

Oi, gente boa!

Uma experiência e tanto, né? Fiquei chocada no início, mas depois, agradeci a Deus pelo desfecho da história.
E sei que vocês também fariam e farão, se for preciso, exatamente igual ou melhor do que fiz...

Gracias!

Socorro Melo