Pegadas de Jesus

Pegadas de Jesus

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

REENCONTRO, EMOÇÃO, SAUDADES!


Eu, meu irmão e minha prima



Reencontrei ontem, depois de mais de vinte longos anos, uma prima e amiga muito querida que foi especial na minha infância e adolescência. Vivemos momentos inesquecíveis, de companheirismo, amizade, brincadeiras e aventuras.

Aos vinte e poucos anos ela foi embora pra São Paulo, tentar a vida por lá, pois, por aqui o mercado de trabalho era ( e ainda é) , bem restrito.

Apesar da nossa amizade, nos perdemos de vista, não sei se por força das circunstâncias ou por negligência nossa mesmo.

Sabíamos sempre notícias uma da outra, através de nossos familiares, mas, não houve contato entre nós durante todo esse tempo.

Fico imaginando porque deixamos que isso acontecesse, porque nos desligamos, quando há tanta facilidade de comunicação, mas, foi isso que infelizmente aconteceu.

No entanto, nem o tempo nem a distância conseguiram apagar uma amizade tão bonita e tão verdadeira. Quando nos vimos, ontem, foi como se nunca tivéssemos nos separado.

O nosso abraço foi tão carregado de emoções, que senti toda distância, e todo tempo perdido, se juntarem naquele momento.

Revivemos as alegrias, as travessuras, as dificuldades, e recordamos com carinho e saudade da nossa querida avó, a quem muito amávamos.

Esse reencontro, que deixou em mim uma sensação de vida, de vitória, de leveza, foi de uma importância tremenda, e me fez sentir uma emoção ímpar.

Falamos de nossas vidas, de nossos trabalhos, de nossos desafios, mas, acima de tudo, de nossos tesouros: os nossos filhos. E nos comprometemos a não nos perdermos mais , e viver essa amizade com tudo que ela tem de sublime.

Nosso encontro terminou regado à lágrimas, mas, com o firme propósito de não permitir que nada se interponha no nosso caminho, para nos distanciar.

Recomeçaremos nova etapa de nossas vidas, tão boa quanto aquela que embala nossas mais doces lembranças.

Graça, que Deus a abençoe grandemente. Quero que saiba que é muito especial pra mim, e que nossa amizade é incomensurável. Valeu esse nosso encontro! Já estou com saudades.

11 comentários:

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

como eu te entendo Socorro...moro longe de tanta gente adorada e amada por mim. E qdo reencontro é tudo isso que sinto. O que me deixa feliz é que o tempo não apaga os bons sentimentos!

tenha uma boa tarde, minha amiga.
bjs

welze disse...

aconteceu isso comigo tb e sei bem a alegria que vocês estão sentindo. Não deixem que o tempo de interponha novamente entre vocês. beijo linda

Nilce disse...

Oi, Socorro

É muito bom e gratificante os reencontros.
A amizade não morre nunca mesmo, apesar do tempo passado. Quando encontramos com uma pessoa que nos é muito querida, esquecemos quantos anos vivemos separados.
Que vocês não se percam nunca mais.

Bjs no coração!

Nilce

Chica disse...

Que coisa mais tão boa esses reencontros,não?Quanto papo pra falaz, contar, se abraçãr! Muito bom!beijos, às duas,chica

orvalho do ceu disse...

Olá, Socorrro
Atualmente estou bem longe de uma prima muito querida (porque não dizer da que me foi muitísima querida)...
Estou vendo a possibilidade de reencontrar-me com ela até dezembro, se Deus permitir.
Imagino que minha alegria será semelhante à sua.
Vc a descreveu muito bem... Parabéns!
Abraços fraternos e votos de muita paz.

Luciana Penteado disse...

E como a gente deixa mesmo as coisas pra trás. Não sei dizer, Socorro, por que a gente faz isso. Acredito que sejam as circuntâncias da vida que nos impedem de continuar naquele ciclo estável. Se estamos instáveis, não podemos exigir que procedamos da mesma maneira. A menso que sejam circuntância de distância ou qualquer coisa do tipo.
Mas o reencontro é sempre muito bacana, como foi o seu.
Beijos e uma ótima quinta!

Cadinho RoCo disse...

Muito legal sentir a força da amizade desafiando o tempo.
Cadinho RoCo

Leci Irene disse...

MENINA,isto é felicidade!

Sara disse...

Oi Socorro!
Belo depoimento.
Amizade é que nem planta, precisa de regar sempre...Umas resistem à falta de regas, outras não. Estas ficam perdidas no tempo que nem alguns amigos, e muitas das vezes nem nós mesmo sabemos, porque nos distanciamos tanto.
Bjs Querida!

Bordados e Retalhos disse...

São essas coisa que nos fqazem felizes, né? Parabéns por ter retomado amizade tão bonita. Bjs

Misturação - Ana Karla disse...

Socorro que que coisa mais gostosa de viver: um reencontro saudável após tantos anos.
Olha, fico feliz por você.

Obrigada pela tua presença lá no Misturação.
Desculpe-me a ausência, mas ando um pouco corrida, mas na próxima semana estarei mais tranquila e aqui sempre.

Xeros