Pegadas de Jesus

Pegadas de Jesus

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

MINHA IDÉIA É MEU PINCEL - FRIDA KAHLO


Blogagem coletiva “Minha idéia é meu pincel” proposta pela Glorinha, do


O desafio é descrevermos o que sentimos ao apreciarmos telas de pintores famosos. E hoje, a tela selecionada é Auto Retrato, de Frida Kahlo.


Vejo melancolia
Seriedade
Imponência

 E solidão...

Se pudesse arrancaria
Essa dor do coração
Se pudesse viveria
Sem tamanha solidão

Solidão que me acompanha
E faz meus versos brotar
Quem me dera fosse sonho
E eu pudesse acordar

Só busco a felicidade
Será que quero demais?
Não gosto de solidão

Eu só quero ser amada
Encontrar a minha paz
E serenar meu coração.
Socorro Melo


Despeço-me, hoje, desta blogagem coletiva. Por motivos profissionais não poderei participar na próxima semana. Quero, de antemão, agradecer a Glorinha por esta idéia maravilhosa, que nos instigou a olhar pra essas obras de arte, tão famosas, e dizer o que sentimos ao analisá-las. Nos tocou, nos levou a pesquisar as obras e seus autores, a fim de conhecermos melhor, e nos envolveu numa atmosfera de arte e poesia, revelando tantos talentos e tanta sensibilidade.
Vibrei com cada comentário aqui deixado, e com a atenção e carinho de todos. 

Um grande abraço 
Muita luz
Muita paz

Obrigada!

19 comentários:

Barbie Girl disse...

Minha querida amiga Socorro!
Você sempre tão querida e gentil!
Eu andei sumida mas estou voltando aos pouquinhos. Saudades daqui, de você e de tantos post inspiradores.

Tenha uma excelente quinta. Beijos de luz!

Beth/Lilás disse...

Bom dia, Socorro!
Nossa, que beleza de poesia!
Retrata mesmo a vida sofrida desta talentosa pintora. amei!
beijinhos cariocas

Glorinha L de Lion disse...

Socorro, que pena que não participará semana que vem! Logo na última! Mas valeu demais contar com sua companhia nessas cinco semanas! Vc, como sempre, esplêndida! Obrigada querida por sua sensibilidade e por compartilhá-la conosco. Beijo grande!

Élys disse...

Você escreve, sempre, com muito talento. Pena não poder participar mais.
Um grande abraço.

orvalho do ceu disse...

OLá, Socorro querida
Vc fez uma distinção de cor... começou num tom que encabeçou o que iria vir, gostei muito!!!
Creio que chegamos a um consenso de que a mulher Artista em questão precisava de ser amada...
Bjs de paz e excelente fim de semana para vc e os seus queridos.

Lu Souza Brito disse...

Olá Socorro,

Sim, o sofrimento está ali nos olhos dela, perceptível demais. Chega a doer na gente, a incomodar.

Siala disse...

Socorro, linda participação! Vou sentir a falta na próxima semana!
Namasté

António Rosa disse...

Socorro,

Também terei uma semana muito ocupada e alguma ausência. Estou desejando que a Glorinha anuncie o próximo quadro, para fazer no fim-de-semana, o post de despedida e ficar agendado para sair automaticamente na quinta-feira.

Gostei muito da sua participação e vou sentir a sua falta na próxima semana.

O seu poema é vida:

«Vejo melancolia
Seriedade
Imponência

E solidão...»

Adoraria ter sido eu a escrever.

Admiro-a muito.

António

Manuela Freitas disse...

Olá querida Socorro,
Tenho pena que nos vás abandonar nesta blogagem, mas tu é que sabes das tuas possibilidades.
Gostei muito dos poemas que deixaste, tens facilidade na arte de versejar!
Gostei muito deste teu soneto à Frida, onde a solidão dela está muito presente!
Beijos,
Manú

pensandoemfamilia disse...

Que peninha, vc escreve com tanta sensibilidade. Mas foi bom t~e-la conosco. Volte em breve.
bjs

manuel marques disse...

O pior sofrimento está na solidão que a acompanha ...

Beijo.

Marli Borges disse...

Querida amiga,
Cada um sabe de si, e como você disse, os compromissos profissionais... mas quando puder, volte, você faz muita falta por aqui.
Lindo poema, linda postagem!
Bjsssssss

Malu Machado disse...

Oi Socorro,

E quem de nós não quer apenas aquietar o coração?

Um poema cheio de ternura por Frida. Aqui em seu texto consegui gostar dela. Ou será que gostei de você? rss

Um beijo grande,

Isadora disse...

Solange, eu gostei muito de todas as suas participações nessa blogagem. Você nos brindou com lindas poesias.
um beijo

Susana Vitorino disse...

Querida Socorro:

"Eu só quero ser amada
Encontrar a minha paz
E serenar meu coração."

É preciso ter coragem para escrever isto. Assumi-lo.

Obrigada por tamanha frontalidade*

Aguardamos todos por você aqui, naquilo a que já chamo, uma casa de família*

Até já*

Macá disse...

Socorro
Parabéns, você conseguiu fazer um lindo poema mesmo para uma tela que parece nos mostrar tanto sofrimento.
um beijo

Thayla disse...

Socorro,
que pena que não vai poder mais participar. Você escreve muito bem, sempre que venho aqui penso comigo mesma "Poxa vida, queria eu ter escrito esse poema lindo!"
Achei interessante sua visão sobre esse quadro, solidão... em nenhum momento enxerguei isso, mas agora, consigo sim enxergar um pouco disso.
Bjs

Luma Rosa disse...

Bom trabalho!! A vida segue... bom fim de semana!

Bombom disse...

Magnífico poema para ilustrar a dor e a solidão desta grande pintora!
Parabéns por teres conseguido fazê-lo com tanta singeleza e profundidade! És uma pessoa muito inspirada e eu agradeço aos Céus esse teu dom. Bjs. Bombom