Pegadas de Jesus

Pegadas de Jesus

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

REDES ARTESANAIS


Oi, gente!

Adoro redes, pra descansar. Acho que todo nordestino gosta de redes, e quem não é nordestino, também, kkk. Na Paraíba, existem várias tecelagens de redes, de diversificados modelos e tamanhos, e de cores lindíssimas. Em João Pessoa, podem ser encontradas no Mercado de Artesanatos, e na Feirinha de Artesanatos, em Tambaú, mas, quem tiver a oportunidade de visitar o interior do Estado, vai adquirí-las por melhores preços, direto dos tecelões.

O que é  rede?  

A rede de descanso (ou rede de dormir) é um utensílio doméstico de origem indígena, que originalmente era feita com cipó e lianas. Chamadas de hamaka .

Consiste numa espécie de tecido com alças.Durante o Brasil colônia era muito utilizada para dormir, enterrar os mortos no meio rural e como meio de transporte, onde os escravos carregavam os colonos em passeios pela cidade e até em viagens.

.A “hamaka” – ou rede de dormir – é um artefato legado dos indígenas da América do Sul. Teve grande importância na sociedade brasileira dos primeiros anos do descobrimento e durante toda a época colonial.

Com a vinda dos portugueses, as mulheres dos colonos adaptaram a técnica indígena às suas varandas, passando a fazer as redes em algodão (tecido mais compacto), enfeitadas com franjas.

Hoje em dia, as redes são fabricadas de diversas formas e materiais, desde as mais tradicionais de fio, tecidas em "batelão" ( tear ) mecânico ou elétrico, até as feitas a partir de tecido ou de materiais sintéticos como nylon e outros materiais. Na região nordeste do Brasil, a rede ainda é muito utilizada para dormir em substituição à cama, sendo também tradicionalmente utilizada para descanso em casas de praia (casas de veraneio).

Os municípios paraibanos que destacam-se neste tipo de artesanato são: São Bento, Boqueirão, João Pessoa e Aparecida. Fonte: " http://pt.wikipedia.org/wiki/Rede_de_descanso "




Imagens do Google

16 comentários:

Bordados e Retalhos disse...

Também adoro redes. Ai que delícia e combinam com as férias. Bjs

Iram M. disse...

Nao judia de mim!
Que saudade eu sinto dessa maravilha na minha casa.
Aqui as casas nao sao adaptadas para receber muito peso nas paredes, por isso tenho, mas nao posso usar. Pena!

Be

welze disse...

gosto tanto de rede, mas tanto, que num Natal, meu presente, dado pelo bonitão, foi uma rede enorme, lindíssima, com uma franja mais linda ainda, pink, que vira e mexe está na área da frente de casa e eu nela. Não deixo que fique à noite, por temer que gatos da vizinhança queiram dormir nela, o que não seria difícil. amo de paixão uma rede. Ler na rede, dá outro sabor à leitura. um abraço

Chica disse...

Tb adoooooro redes,acho lindas!Me passam uma paz!beijos,chica

Nilce disse...

Oi Socorro

As redes nordestinas são as mais lindas que conheço.
Adoro rede, não para dormir, mas para ler e um bom descanso à tarde.
Muito bom o seu texto falando sobre a história da rede. Gostei.

Bjs no coração!

Nilce

Néia Lambert disse...

Socorro, eu tenho uma rede, mas confesso que por falta de hábito não me adaptei a ela, já tentei, viro pra cá, pra lá, de um lado, de outro e nada! acho que os nordestinos é que sabem mesmo aproveitar bem o seu conforto.
Beijos

Luma Rosa disse...

Socorro, meu sonho de consumo é ter uma rede instalada! Até tenho a rede, mas cadê o lugar? Ainda lembro as tardes na varanda da casa da minha mãe, a brisa batendo... eu e a brisa! Porém aqui onde moro, nas varandas batem sol até quase as 20hs. Não dá! Invejinha branca de tu! Beijus,

Mariana disse...

Redes me lembram praias, q lembram os paraísos e paraíso me lembra o nordeste.
Bem, apesar q as prais d SC são divinas.
Q vontade de estar numa delas.
bom fim d semana
bjs

Cris França disse...

Hoje vim aqui para deixa um beijo especial, e agradecer por você fazer parte da minha história, tem um selinho para você lá no blog!

Elaine Barnes disse...

Adoroooo! Pena que aqui em casa não tem lugar. MOntão de bjs e abraços

Flor de Lótus disse...

OI,Socorro!Eu amo rede o dia que eu tiver minha casa quero ter uma varanda bem bonita,com uma enorme rede para descansar e ler.
Beijosss

Ana Martins disse...

Também gosto de redes, acho até que não conheço quem não goste.

Beijinho,
Ana Martins

Socorro Melo disse...

Meninas, obrigada por virem aqui. É bom demais tê-las no meu cantinho.

Néia, não desista, tá? tenta mais umcadinho, kkk

Gente, apesar de gostar tanto de redes, também não tenho um lugar especial, mas, vou providenciar,kkk

Beijos
Socorro Melo

LILIANE disse...

Socorro
desconhecia a origem das redes.
muito legal.
eu adoro, mas minha casa é um ovinho, nem tem jeito de balançar.
beijo

Beth/Lilás disse...

Tenho uma linda aqui na minha varanda cor laranja bem forte e veio de Belém, uma amiga querida me trouxe.
Amo me balançar nela, mas não conseguiria dormir de jeito nenhum.
Coisas de sudeste.
bjs cariocas

Lapema Silva disse...

Oi Socorro, tudo bem? Obrigado pela matéria!

Moro em Roraima e aqui tb se usa muito redes. Por favor, será que vc poderia me passar alguns contatos de fornecedores de redes de São bento ou outro lugar que vc mencionou?

Muito obrigado
Edmilson