Pegadas de Jesus

Pegadas de Jesus

quarta-feira, 9 de maio de 2012

PANELA DE BARRO



Imagem do Google


PANELA DE BARRO


Carlinda era artesã. Não diria que das melhores, mas era. Confeccionava panelas, potes e jarras de barro. E fazia isso como meio de subsistência. As suas peças eram vendidas, semanalmente, nas feiras livres, por seu marido.

Sua matéria prima era a argila, que ela retirava do barranco, às margens do riacho, que havia na Vila onde morava. Trabalhava com barro natural, de cor escura, e de fácil manipulação, o que permitia a execução de peças rudes, como eram os utensílios de cozinha, que ela fazia.

Eu a via, todos os dias, na sala de estar de sua humilde casa, sentada, com as pernas estiradas, usando um avental, e trabalhando uma peça qualquer. Não tinha torno, tudo o que fazia era manual.

Ao seu lado estavam dispostas suas ferramentas, que eram compostas de pequenas espátulas de madeira, utilizadas para moldar e retirar os excessos do barro, e de um pedaço de couro, bem lisinho, que servia para dar o acabamento nas peças. Uma panela grande com água, descansava ao seu lado, da qual ela, freqüentemente, fazia uso, em virtude da necessidade de amolecer a argila, para deixar na consistência certa para a utilização.

Eu gostava de ficar ali, vendo-a criar suas peças. Achava interessante a maneira como ela socava o barro, e de como o mesmo ia tomando forma em suas mãos. Admirava os detalhes que ela apunha nas peças, e os singelos desenhos que pintava, depois de ficarem prontas.

Vez por outra ela me deixava brincar. E com aquele barro nas mãos, eu tinha ímpetos de criatividade. Pensava em fazer cavalinhos, bonecas, panelinhas, como Carlinda, mas, no fim, não conseguia fazer nada, pois, sempre fui desprovida de talentos para trabalhos artísticos e manuais. Mas, felicitava-me a possibilidade de ter em mãos o barro, a matéria prima, que eu sabia que dali podia-se extrair coisas lindas. E eu não tinha sequer a idéia de que existiam grandes artistas, que faziam verdadeiros milagres com o barro, como o Mestre Vitalino, de Caruaru.

Carlinda colhia o barro, preparava com água, confeccionava as peças, esmerava-se no acabamento, que era o que iria chamar a atenção dos seus clientes, queimava as peças num grande forno a lenha, e depois comercializava.

Qual a lição que Carlinda nos traz? A da construção. Nós somos, indubitavelmente, construtores de nós mesmos. E somos hoje, o resultado das nossas ações de outrora. Por isso, o que quero ser amanhã, é necessário construir agora, no presente.

Associando os processos da confecção de panelas de barro, com a construção de cada um de nós, verificamos que há semelhanças. Primeiro há a escolha da argila, que deve ser de boa qualidade, a fim de que as peças saiam a contento. Depois se plasma a idéia, se dá forma ao objeto, e por fim se decora, para que se torne atrativo.

Conosco é a mesma coisa. Primeiro devemos saber o que queremos da vida, para nos posicionarmos e começarmos o trabalho de escultura. Resolvida essa questão, devemos investir em nós, em todos os aspectos, para bem nos preparar para aquilo a que nos propomos. E por fim, devemos ser atrativos, ou seja, devemos mostrar nossas habilidades e nossos talentos, para que através deles, obtenhamos nossas conquistas.

O investir em nós mesmos significa angariar conhecimentos, práticas, habilidades, desenvolturas, mas, principalmente, manter elevada a nossa autoestima. Se não nos amarmos, quem nos amará? E com essa bagagem, conquistada com as vivências cotidianas, estamos prontos para nos lançarmos na vida, seja no mercado de trabalho, seja na vida pessoal, assim como a panela de barro, que é levada a feira livre. E o resultado?Aceitação. E uma das maiores afirmações do ser humano é, com certeza, a aceitação. Por isso, caro amigo, dedique-se mais a construção de si mesmo. Não faça economias. Você deve se sentir especial, e assim o é, acredite nisso. E quando cremos em nossas capacidades, quem poderá duvidar? Construa-se. Com zelo, com amor, com objetivos nobres. E seja feliz.

Por Socorro Melo

23 comentários:

Claudia disse...

Oi Socorro! sempre tão bom passar por aqui e na verdade tinha perdido o teu endereço, por problemas no blog...amei te reencontrar e vou te adicionar nos meus blogs favoritos agora, para saber sempre das novidades...beijos e bom dia!

Claudia disse...

Hummmm...aceitação! sem ela não chegamos a lugar nenhum. Dias destes fiz uma postagem sobre o junipero, um óleo que ajuda muito neste processo...amei! bjs

pensandoemfamilia disse...

Oi Socorro

Adorei a analogia da artesã de panela de barro e a nossa própria construção. Descreveu simplesmente o processo que precisa ser levado a sério por todos que querem ter qualidade de vida (emocional, física, familiar, profissional, etc.)
Nossas práticas nos definem e a coletividade é fruto destas. Portanto, ao cuidar de si, o ser humano cuida da sociedade em geral.
Foi repassar na minha lista de e-mail, se me permite.
Bjs
tem convite lá no blog.

Anne Lieri disse...

Socorro,que maravilha de msg!Eu adorei o seu texto e podemos nos construir a cada dia!Lindo de viver!bjs,

ELAINE disse...

Socorro querida! Parabéns! Que mensagem linda! Obrigada pelo carinho e pela gentileza! Graças a amigos como você que cheguei aos 1000; e é para quem posto e escrevo.... A presença de todos vocês me inspira e alegra! Uma quinta-feira abençoada! Abraço carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Maria Alice Cerqueira disse...

Querida amiga
meu Abraço de Paz e Bem!

Mãe do céu da terra e do mar
Por favor,
Ensina-nos o teu segredo
Do Teu Amor
Para que não tenhamos medo
De apreender Amar!



Meu abraço carinhoso para você!

Se voce for mãe, Feliz dia das Mães !

Maria Alice

✿ chica disse...

Tu escreves tão bem e sempre achamos uma linda mensagem e reflexão!Adorei! beijos,lindo dia!chica

Evanir disse...

Mais do que ser ternura
É cativar corações e mentes.
Mais do que ser luz,
É colorir o universo de cores mil.
Mais do que ser ponte
É caminho seguro a seguir.
Acima do bem e do mal
Do que já houve
Do que há
E do que houver.
É fonte de esperança
É bênção insuperável
Entre os seres, inigualável,
De beleza extasiante
Dando-se por inteiro
Sem dia, hora, lugar
É bela, é forte
É fonte de amor
É mulher.
É mãe!
Um feliz e abençoado Dia das mães.
Tem um presente para você na postagem
ofereço com muito carinho.
Deus abençoe todas as mães do Mundo.
Evanir.

Élys disse...

Belo texto. Somos construtores de nós mesmos, por isso precisamos nos amar bastante para termos uma bela obra final.

Tenha um lindo e feliz dia das mães.

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Tão importante, vermos numa singela vida de artesã, uma maravilhosa lição de vida. Texto perfeito, Socorro, para reflexão.Obrigada!

Li o texto A Canoa, de Paulo Freire.Já o conhecia, acho incrível, na sabedoria que encerra

Desejo-lhe um Feliz Dia das Mães.
Um abraço carinhoso,
da Lúcia

Claudia disse...

Hoje cedo ouvi uma música e lembrei desta tua postagem: diz assim: eu quero ser, Senhor amado, como um vaso nas mãos de um oleiro...quebra a minha vida e faze-a de novo, eu quero ser, eu quero ser, um vaso novo! lindo, né? beijos e bom fim de semana!

♫*Isa Mar disse...

Oi amiga, desculpe a ausência, mas aconteceram tantas coisas que ando na correria, mal tenho conseguido retribuir as visitas.
Muito legal tua postagem, investir em nós mesmos, angariar conhecimentos é primordial em nossas vidas.
Já te desejo um Feliz dia das Mães, beijos com carinho!

Luma Rosa disse...

Carlinda é especialista em sua arte e se dedica a aprimorá-la. Não se importa com a panela do vizinho, pois está atenta ao que é dela e precisa ser cuidado para não desandar. Quantas pessoas existem que são especialistas ou que preferem saber de tudo? O sabe-tudo sempre se dá mal, seja no trabalho ou na vida pessoal. Na verdade, ninguém sabe-tudo! Quem diz saber tudo, sabe tudo superficialmente. Tão inseguro que fica atento ao trabalho alheio. A especialidade é prima irmã da perseverança!
Adorei o texto, Socorro!! Nos faz refletir!!
Bom fim de semana!! Beijus,

RUTE disse...

Oi querida Socorro,

só hoje consegui visitar você. Estou em mês de muito trabalho na profissão, dai só aos fins-de-semana ter um tempinho para ler postagens.

Achei maravilhoso o paralelo que você traçou entre moldar o barro e moldar a vida. Dar forma de utensilio à peça e descobrir nossa utilidade no mundo. Escolher os materiais como quem escolhe os caminhos de evolução. Lindo! Brilhante!

Você sabe que eu admiro os entrelaçamentos. Nota 10, minha amiga!
Beijinhos.
Rute

She disse...

Gostei muito de ter lido esse seu post! A gente sempre aprende, né?! ;)
Beijo, beijo minha querida!
She

Mary disse...

Um domingo cheio de amor, paz e coisas boas.
Beijos
Mary.

ONG ALERTA disse...

Uma mensagem especial para este finde semana, beijo Lisette.

Toninhobira disse...

Com uma analogia perfeita uma reflexão interessante Socorro.Feliz inspiração amiga.Hoje em especial meu abraço pelo dia das mães e que cada dia seja de sintonia nesta relação brilhante de ser mãe.
Meu abraço.

Flor de Lótus disse...

OI,Socorro!Saudade de vir aqui.Lindo texto, principalmente a parte final pois é mesmo que todo mundo duvide de nós é preciso que a gente acredite na gente mesmo só assim poderemos conquistar nossos objetivos.
Beijos e uma linda semana!

LEIDSON SANTANA disse...

OI SOCORRO,

COMO NOSSAS IMPRESSÕES DA VIDA SÃO PARECIDAS. QUANDO CRIANÇA EU BRINCAVA DE FAZER BOIZINHOS, CAVALOS, BONECOS E TELEVISOR, TUDO DE BARRO, ERA UMA AVENTURA DELICIOSA.
O BARRO PARECE UM MATERIAL ABUNDANTE, SEM IMPORTÂNCIA, MAS SE OLHARMOS DIREITINHO ELE REPRESENTA ESSÊNCIA, DEUS USOU-O COMO PONTO DE PARTIDA NA CONFECÇÃO DO HOMEM E A BÍBLIA SE REFERE A DEUS COMO OLEIRO E A NÓS COMO VASOS. SEJAMOS VASOS ÚTEIS, E QUE NO NOSSO INTERIOR ARMAZENEMOS O MELHOR AZEITE E OS MELHORES PERFUMES.
GRANDE ABRAÇO
LEIDSON SANTANA

RUTE disse...

Oi querida Socorro,
venho lembrar que hoje é dia de BC Amor aos Pedaços com o 3ºtema - Esperança.
Aguardamos sua participação caso esteja a fim de participar.
Beijos.
Rute

elvira carvalho disse...

Eu penso que o essencial é aceitarmo-nos como somos e amarmo-nos assim mesmo. Penso que todo aquele que se ama a si próprio também ama os outros.
Um abraço

Socorro Melo disse...

Muito grata, meus queridos e queridas, por virem aqui!
Os seus comentários tornam este espaço mais rico e atraente...

Um abração a todos!
Socorro Melo