Pegadas de Jesus

Pegadas de Jesus

sexta-feira, 4 de março de 2011

CARNAVAL NA TERRA DOS PAPANGUS - BEZERROS-PE



 Oi, gente querida, que passa por aqui! Foliões e Não foliões do meu Brasil!

O Carnaval chegou, e com ele a festa, a alegria, o colorido, e a fantasia, que traz nesses dias, a pura magia, do reinado de Momo.

Vamos ao Carnaval de Pernambuco?



BEZERROS - PERNAMBUCO - A TERRA DOS PAPANGUS

Os papangus do carnaval de Bezerros, cidade do agreste de Pernambuco (107 quilômetros do Recife) são uma tradição centenária.
Segundo o professor Ronaldo J. Souto Maior, fundador do Instituto de Estudos Históricos, Arte e Folclore dos Bezerros, a origem dos Papangus de Bezerros data de 1881: "o papa-angu nasceu de uma brincadeira de familiares dos senhores de engenhos, que saiam mascarados, mal vestidos, para visitar amigos nas festas de entrudo – antigo carnaval do século dezenove –, e comiam angu, comida típica do Nordeste (agreste) pernambucano. Por isso, as crianças passaram a chamar os mascarados de papa-angu".
Há versões populares sobre a origem desses personagens no carnaval de Bezerros. Uma, vem de uma história muito antiga: dois irmãos que comiam muito angu, resolveram cortar as pernas das calças e cobrir o rosto com capuz para não serem reconhecidos, mas o disfarce não funcionou. Foram descobertos pela gula. Outra, é que, no século 19, os mascarados ganharam esse nome depois que uma senhora resolveu preparar angu de xerém para alimentá-los.

Antigamente o papangu tinha a máscara confeccionada com coité (cuia do fruto), cuja pintura era feita com azeitona preta, açafrão e folha de fava. Possuíam chocalhos ao redor da roupa, que era enfeitada com palha de banana e na mão levava um maracá de coco seco com pedra dentro.
Atualmente, a matéria–prima usada nas máscaras é o papel colé e maché. Os papangus vestem túnicas compridas, dos pés à cabeça, colocam as máscaras para ficarem totalmente cobertos, pois a meta é se esconder, ganhando a farra sem serem identificados.

Antes de cair na folia, costumam comer angu, que é normalmente fornecido pelos moradores locais.
Quando vai chegando a época próxima do carnaval, os foliões procuram confeccionar suas fantasias em segredo, para não correrem o risco de serem desmascarados antes da festa.
Em Bezerros, a cultura do papangu é vivenciada durante o ano inteiro, através das oficinas de máscaras, da culinária desenvolvida com variados pratos feitos com angu, além das oficinas de dança e música carnavalesca.
No domingo de carnaval, a partir das 9h da manhã, a BR-232 fica lotada de papangus. Os blocos de panpangus são acompanhados de orquestra de frevo e carro de som, desfilando pelas principais ruas da cidade até a Praça da Bandeira, quartel-general do carnaval, onde outros papangus incorporam-se à festa. A tradição dos papangus é comum a quase todo o interior de Pernambuco, mas se mantém mais forte no município de Bezerros.




Feliz Carnaval a todos!
Aos foliões, um recadinho: cuidado com a alimentação, beba bastante agua, e se beber não dirija.
Fonte: Google.
As imagens são,de fato, dos papangus de Bezerros-PE.

11 comentários:

Sentindo e pensando disse...

Puxa, que aula. Obrigada por nos mostrar esse tipo de carnaval que acontece aí!

Élys disse...

Sempre interessante conhecer as tradições de outros lugares. O carnaval de Pernambuco é bem animado e empolgante.
Um abraço.

welze disse...

maravilhosas. lindas demais da conta. adoro máscaras. acho uma linda tradição. bom carnaval e bom final e de semana

Néia Lambert disse...

Socorro, nós aqui do Sul, ficamos encantados com a cultura nordestina, que bom que vc nos traz esse tipo de informação, só nos enriquece.
Obrigada pelo comentário carinhoso no aniversário do ETERNO. Eu gosto muito de estar por aqui.

Beijos

MARCOS DHOTTA disse...

Caríssima Socorro! estou indo para Bezerros hoje, veja que coisa. Maravilha de post, de dar água na boca. E vou que vou neste carnaval... Abraços.

^.^ Ana Clara ^.^ disse...

Querida, tenha lindos dias de feriado prolongado!
Se cuida bem, Toca dos Gatos.

Yolanda Hollaender disse...

Olá, Socorro. Vim prestigiar este seu gracioso espaço e agradecer sua visita por ocasião da postagem sobre o novo visual do meu blogue.
Gostei de conhecer sobre a cultura do Carnaval aí em Pernambuco - os Papangus e a história de sua origem. Deve ser uma festa bem alegre.
Coincidentemente, publiquei sobre Las Fallas, um festival espanhol que se caracteriza pelo desfile de bonecos em papel machê. Quem sabe a influência veio dessa tradição, será?
Obrigada por compartilhar a cultura desse nosso imenso Brasil.
Meu afetuoso abraço,
Yolanda

SARA disse...

Socorro Querida!
Feliz Dia Internacional da Mulher!
Bjs.

otilia cristina disse...

QUE CARNAVAL RICO ESTE DO PERNAMBUCO...JA TE FALEI QUE SOU DE ORIGEM PERNAMBUCANA?? MEUS PAIS AVÓS DE BOM CONSELHO DE PAPACAÇA..E MINHA AVÓ DE AGUAS BELAS...TENHO PARENTES EM IATI..E OLINDA....NOSSA COMO MEUS CONTERRANEOS TEM HISTORIAS BOAS DE CONTAR E DE SE OUVIR...E JA PASSEI EM BEZERROS QUANDO FUI AO NORDESTE ....
UM DIA AINDA VOLTO AI NO CARNAVAL...
BEIJOS
OTILIA

AMEI SEU POST..A GENTE FICA SABENDO DA CULTURA DE UMA MANEIRA GOSTOSA ...

Misturação - Ana Karla disse...

Conheço os Papangús, mas nunca fui apreciá-los em Bezerros.
Todo ano digo que vou e nunca vou, mas no próximo ano eu vou!!! rs
Xeros

pensandoemfamilia disse...

Gosto muito de penetrar nas peculiaridades regionais.
Obrigada pela partilha.
bjs