Pegadas de Jesus

Pegadas de Jesus

quarta-feira, 9 de março de 2011

ESTRADA DA VIDA

 

Oi, gente!


Desejo boas vindas aos novos seguidores, e aos que já nos acompanham de mais tempo, também. Sou mui grata pela presença de todos aqui. 

Depois desse feriadão de carnaval, das brincadeiras, ou do descanso, quando nos preparamos para retomar a vida real, que Deus nos abençoe!

Esse singelo poema, que o chamei de Estrada da Vida, é um balanço da minha vida, do que vivi, do quanto sonhei, de onde me encontro nessa estrada, e de como ainda  vejo a vida.


A estrada se perdia no horizonte
Lá onde meus olhos não alcançavam
Serpenteada de flores e de abrolhos
Onde curvas perigosas se assentavam

Eu ficava imaginando o que viria
Após a curva  que de mim se aproximava
E bordava cada sonho da minh’alma
Enquanto aquela curva ultrapassava

Continuo a  trafegar por essa estrada
Que me enleva e também me amedronta
Quando olho para trás admirada

Pois que estou já a meio do caminho
O horizonte não distante se desponta
Mas me encanta o percurso desta estrada.

Socorro Melo/Soneto – 28/02/2011

Imagem do Google

17 comentários:

Misturação - Ana Karla disse...

POis Socorro, após Carnaval, tirar agora as cinzas e voltar ao "normal".
Seguir esse metade do caminho olhando para o horizonte.
Belo poema.
Xeros

LILIANE disse...

Você me fez lembrar de uma canção que diz: Pelas estradas da vida, nunca sozinho estás, contigo pelo caminho, ....
nossas estradas precisamos caminhar com coragem, né
uma semana de paz pra você

chica disse...

Maravilhoso soneto,Socorro. Há tanto pra falar das estradas das nossas vidas,não?Adorei!beijos,chica

Néia Lambert disse...

Socorro, que você continue se encantando com o percurso da sua estrada e que a caminhada seja sempre bela.

Beijos

Suziley disse...

Estrada de luz, de paz. Que assim seja a sua estrada, Socorro. Boa noite, beijos no seu coração :)

Beth/Lilás disse...

Oi, Socorro!
Voltei do meu descanso de carnaval e que delícia ler de cara uma poesia tão bonita.
E agora, quem sabe, começa o nosso ano novo, né!
bjs cariocas

welze disse...

é um prazer seguir esta estrada na sua companhia. boa tarde minha linda.

Maria Izabel Viegas disse...

"Pois que estou já a meio do caminho
O horizonte não distante se desponta
Mas me encanta o percurso desta estrada", lindíssimo amiga.
EStva eu a falar sobre minha vida pós etsa vida e emeu caçula me disse que eu ram nove para falar nisso.
Novo é ele, novos são nossos filhos, que ainda não chegaram à curva do caminho.
Eu lhe disse que num determinado ponto, masi maduros, devemos sim nos avrirmos para a espiritualidade. É a hora de crescer espiritualmente meeeeesmo.
Com est movimento, nós rejuvenescemos. Nos enchemos de vida.
Já olhamos para trás e já montamos nossos castelos, seja do que material pudemos obter, mas plenos de nobreza.

Amiga, andei te procurando tanto. perdi meus links. Já recuperei meu Memórias mas só volto com ele qdo voltar a trabalhar, com outros conteúdos.

Vou colocar teu link lá no simples assim!
Beijos doces!

Isa Mar disse...

Oi amiga, e vamos caminhando pelas estradas da vida não é mesmo?
Lindo poema!
Beijos pra ti!

pensandoemfamilia disse...

Linod trajeto e assim vamos um pouco assustados , mas também encantados.
Bom retorno,
bjs

Flor de Lótus disse...

Oi,Socorro!Pois é e agora é pra valer!O ano realmente começa e que 2011 nos traga muitas realizações e bons frutos nessa estrada.A vida é uma longa estrada as vezes nos desviamos do caminho, as vezes nos perdemos, as vezes temos uqe voltar atrás...Mas aos poucos as cosias vão se encaixando.
Beijosss

Marli Borges disse...

Olá Socorro,
A estrada da vida é mesmo encantadora... e assustadora! Mas vamos caminhando... e você, melhor ainda, colorindo a estrada com poemas tão belos.
Bjsssssssss

Lidia Ferreira disse...

(Aplausos)
lindo poema e ele não tem nada de singelo , ele e encantador
bjs

Tati disse...

Oi Socorro querida, acho que preciso passar mais por aqui, me contaminar por esta sua alegria! Que delícia de poema, saio mais leve!
Beijos.

Cantinho She disse...

Olá, gostei muito!
Beijo, beijo!
She
Cantinho She

orvalho do ceu disse...

Olá, querida
Muitas vezes não estou empolgada também com o percurso da estrada a percorrer ainda mas a perseverança me faz renovar a alma e volto a por pé na estrada doce e esperançosamente...
Vamos viver!!!
Bjs de paz e excelente tarde de Domingo.

Élys disse...

OI Socorro
É preciso caminhar, manter sempre alegre o coração e não se preocupar com o fim da estrada que está muito distante.
Linda a sua poesia.
Beijos.