Pegadas de Jesus

Pegadas de Jesus

sábado, 1 de abril de 2017

DEUS, HISTÓRIAS DE REVELAÇÃO DIVINA



DEUS estava lá na prateleira, recuado, e me atraiu a si, e lá fui eu, sem nenhuma pretensão, apenas alimentar a minha curiosidade. Bati os olhos, e me apaixonei. Quis levá-lo comigo, mesmo que naquele momento não estivesse nos meus planos.

Deepak Chopra, o autor. Um grande e respeitado escritor, indiano. DEUS, de Deepak Chopra. Dez histórias de revelação divina ao homem. Senti que era um presente, um raio de luz.

Sou cristã católica. Sempre fui. E conheço a história da Igreja: uma história feita por homens,  bons e maus, que a cada tempo da história deixaram as suas marcas. Todavia, apesar de tudo, reconheço que essa história foi conduzida por Deus.

No entanto, sempre tive o entendimento de que Deus não é propriedade particular de nenhuma religião, que Ele é universal, que não se amolda à vontade ou a critérios humanos.Que a cada ser humano, dentro de sua realidade de vida, de sua cultura, de seu espaço geográfico, foi e é dado o conhecimento e a iluminação conforme a determinação do Criador, dentro de uma magnífica diversidade.

E aí DEUS, de Deepak Chopra, vem trazer de forma bela e poética essa luz que me deixou  uma doçura e um enlevo na alma.

O mesmo jeito de ver Deus, mas, com lentes mais ampliadas. Um novo olhar ou um novo ângulo, um novo sabor, a mesma certeza.

Deus, em tudo e em todos, assim como dizia São Paulo. Deus, que é amor infinito. Deus a quem buscamos cotidianamente, e que parece se esconder de nós, que sempre estar à nossa frente, e que só o alcançaremos no fim da estrada, quando ultrapassarmos a linha divisória entre o tempo e a eternidade.

Meu maior e mais belo tesouro, minha fé. Não consigo me imaginar vivendo a superficialidade. É a interioridade que dá sentido à minha vida, e é a espiritualidade o caminho que me mantém firme nessa busca.

Leia você também, DEUS, de Deepak Chopra, e se surpreenda com a delícia que é conhecer as muitas e misteriosas faces de Deus.

Por Socorro Melo


3 comentários:

Elvira Carvalho disse...

Muito interessante. Um autor e um livro que não conheço.
Um abraço e bom Domingo

Élys disse...

Deus semore nos encaminha de forma a encontrar aquilo que vai nos fazer bem. Não conheço o livro, mas sei que deve ser divino.
Um abraço.
Élys.

emiliano norma disse...

Muito interessante já conhecia este autor, mas não este livro.